• Nômade

Reskilling: o que precisamos aprender para o futuro do trabalho?

O avanço da tecnologia proporcionou mudanças significativas nos ambientes de trabalho como, por exemplo, a adoção de novas ferramentas que colaboram com o desenvolvimento dos processos. Para acompanhar essa evolução, líderes precisam desenvolver e aprimorar competências e habilidades que auxiliarão na construção e consolidação das suas carreiras, além de incentivar os times a buscarem também essa requalificação.


A atualização profissional deve ir além, uma vez que o futuro exige novas skills, sejam elas comportamentais ou técnicas como, por exemplo, flexibilidade, resiliência e raciocínio analítico. Dados do World Economic Forum revelam que aproximadamente 85 milhões de empregos podem desaparecer do mercado global até 2025. No entanto, surgirão 97 milhões de novas oportunidades. Por isso, o conceito de reskilling é tão importante no mercado de trabalho. Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre o assunto com a ajuda do nosso cliente Felipe Santos - People and Culture Analyst, da ENGIE Brasil.



O que é reskilling?


Na tradução para o português, reskilling significa recapacitação e tem como objetivo principal direcionar os profissionais para que possam adquirir e desenvolver habilidades para assumir e vencer novos desafios na carreira.


É priorizada a capacidade que o indivíduo tem de ser flexível e adaptável a diferentes cenários e possibilidades. Ou seja, ao desenvolver o reskilling, o profissional está aprimorando a sua carreira, pois cria novas oportunidades e se mostra como alguém que pode ser capaz de assumir outros cargos e funções, de acordo também com a necessidade da empresa.


As skills são fundamentais na construção do perfil profissional. Elas são determinantes na qualificação do colaborador, que deve acompanhar as mudanças do mercado e estar disposto a transformar suas habilidades.


O reskilling se torna benéfico tanto para o profissional, quanto para a empresa. Com a requalificação de seus colaboradores, a organização consegue manter a sua base de funcionários e ainda pode aprimorar os serviços prestados.



A transformação digital e o profissional do futuro


A transformação digital mudou a forma de fazer negócio. As empresas passaram a compreender e entender a real necessidade de se adaptar às novas tecnologias.


“Hoje está tudo na palma da mão. A revolução digital fez com que as organizações começassem a transitar pelos meios online, como por exemplo as redes sociais e aplicativos, e criou espaços para novas profissões”, revela Felipe.

No entanto, a digitalização, como um todo, pode fazer com que algum profissional se torne obsoleto. O reskilling mostra que é preciso requalificá-lo e adaptá-lo para a nova realidade:


“É necessário promover a atualização e o aperfeiçoamento das competências, para que sejam mais digitais. Ao olhar para as organizações, percebemos que muitas continuam com processos muitos analógicos. Porém é perceptível que as empresas que possuem melhores resultados e que estão trazendo mais ganho de mercado são aquelas que têm investido mais na agilidade e digitalização de seus processos”, afirma o analista.

O ambiente de trabalho está em constante mudança e os líderes precisam acompanhar o movimento do mercado. Surgem outras necessidades e os profissionais precisam se mostrar competitivos e trabalhar questões como a flexibilidade, autonomia e inteligência emocional, além da capacidade de solucionar problemas. “É um processo natural. Para se destacar no mercado, a atualização profissional qualificada é fundamental”, pontua.



Os desafios da liderança


A pandemia da Covid-19 acelerou as mudanças no mercado de trabalho. O cenário contribuiu para a evolução da tecnologia e adoção de estratégias digitais nas organizações. Os profissionais precisaram se adaptar à nova realidade, em especial os líderes.


“Muitas empresas começaram a trabalhar remotamente. Nesse cenário, percebe-se que muitas lideranças não estavam acostumadas a gerenciar pessoas à distância. Isso revela que alguns líderes não estavam atentos para o desenvolvimento da equipe e a nova forma de fazer negócio”, revela.

Felipe reforça que a liderança precisa compreender dois aspectos: entender que a gestão de negócios atual é conectada e digital; e que a gestão de pessoas deve priorizar a autonomia e o protagonismo dos profissionais. “O líder é o responsável direto pelo desenvolvimento das pessoas, oferecendo apoio e segurança no trabalho. O gestor deve criar um ambiente em que as pessoas tenham uma relação de confiança e se sintam empoderadas a exercer atividades de maneira segura e confiante”.



_ Processo de qualificação dos colaboradores ENGIE por meio de aulas com profissionais


Suas dores


Com tantas transformações ocorrendo, o gestor precisa se reinventar. As formas de trabalhar estão se transformando. O profissional precisa ter a capacidade de lidar com equipes cada vez mais diversas.


“As empresas têm falado muito da diversidade e dos aspectos de inclusão. E percebemos que a liderança tem vivido essa angústia no sentido de saber lidar com pessoas que vêm trabalhando de uma forma diferente e cada vez mais diversas. E assim conseguir identificar o potencial de cada um, independente das suas características, quebrando crenças e paradigmas”, pontua Felipe.

É importante ressaltar que a produtividade deve continuar sendo positiva, mesmo em um cenário tão desafiador e com uma economia tão competitiva.


Com essas informações em mãos, pode-se dizer que o desenvolvimento de competências contribui com o novo perfil de profissional para o mercado. “Os profissionais que se destacam no mercado de trabalho são aqueles que estão atentos às mudanças na sua área e que priorizam o aprendizado contínuo”, finaliza.



_ Plataforma de conteúdos Novos Futuros ENGIE desenvolvida pela Nômade


A Nômade está atenta às necessidades de preparação para acompanhar as mudanças. Por isso, desenvolvemos programas in company de educação continuada - confira aqui nosso case com a ENGIE - bem como, recentemente iniciamos uma nova solução para profissionais que buscam ampliar conceitos e visões, o Mais Nítido que facilita uma aprendizagem ágil e personalizada para desbloquear a evolução na carreira e nos projetos.



25 visualizações