top of page
  • Nômade

Review case Senac São Paulo: treinamentos e mentorias como método para aprimorar a gestão

As atividades propostas pela Nômade tinham como objetivo renovar as práticas de gestão a partir dos princípios da agilidade, adaptadas ao contexto do cliente.

Como promover e atualizar processos e estruturas de gestão sem descaracterizar e enfraquecer a identidade de um time? Como propor conceitos e princípios da agilidade, adaptados a um contexto real, de forma a gerar impactos efetivos de melhoria para as equipes?


Essas foram as perguntas que guiaram a Nômade para atender ao briefing do Núcleo de Educação Corporativa (NEC) do Senac São Paulo ao procurar as soluções de Desenvolvimento Organizacional da Nômade. O seu objetivo, para além das melhorias, era ser um exemplo, podendo influenciar positivamente a organização em direção a uma cultura de inovação, demonstrando maior eficiência e qualidade nas entregas, considerando as pessoas em primeiro lugar.


E muito mais do que aprender sobre a cultura de agilidade, a visão do cliente era de atualizar o formato da sua gestão, levando em consideração a perspectiva da agilidade, mas adaptado a suas características e peculiaridades, que fizesse sentido prático, e não o contrário, em que o time deve se moldar aos conceitos e metodologias descritos em livros.



Para alcançar o sucesso desta missão, trabalhamos a sinergia e a integração do time combinados a treinamentos com aspectos mais “mão na massa”, que denominamos de #learnbydoing, mentorias e algumas facilitações que promoviam a jornada de aprendizagem, dentro do que existe de contemporâneo dentro de gestão de times, mas a partir das inspirações, conceitos, a equipe possa se apropriar e atualizar a performance de gestão.


Criamos grupos de mentoria focados em aprender fazendo, em que trazíamos os conceitos, a partir de uma sensibilização inicial, e vivendo as rotinas dentro do que seriam os rituais e práticas de agilidade, mas dentro da rotina deles. Tendo como foco a revisão dos projetos que o NEC tem, definindo OKRs, orientação de times de trabalho e os rituais de acompanhamento. Porém, sempre preocupado em levar a teoria, mas demonstrando a sua aplicação prática na gestão.


Gestão de times e cultura ágil: aplicação de teoria na prática


Programa Nosso Jeito: é um percurso prático, iniciando com a sensibilização do time e logo direcionando para um desafio real de estruturação de atividades - rituais - que podem trazer inovação para a gestão, bem como a organização do time e suas prioridades.


O programa incluía vários encontros com temáticas específicas, momentos de retrospectivas, encontros individuais com liderança e alguns momentos de conteúdo expositivo e dinâmicas em grupo.

O percurso é realizado em Design Sprints, com ciclos quinzenais (2 semanas). Os entregáveis são definidos pelo próprio time, a partir de atividades de planejamento ágil para definição do backlog.


O método teve como objetivo:
















Ao final dessa trilha, que durou cerca de 3 meses, o resultado alcançado foi:


  • Alinhamento de Visão e Conceitos;

  • Ganho de sinergia com entendimento comum do contexto e objetivos;

  • Organização e Priorização;

  • Maior clareza das ações e dimensionamento compartilhado dos esforços;

  • Reestruturação de tarefas e papéis de cada um do time;

  • Melhoria das Práticas;

  • Incremento da capacidade técnica para implementar processos de forma ágil;

  • Uma transformação sustentável nos modelos e relações de trabalho.



Em nossa experiência, com mais de 15 anos unindo design com comportamento e gestão, desenvolvemos diferentes formatos e ferramentas para alcançar objetivos claros conforme a necessidade específica do seu contexto!



Quer conhecer o #ImpactoNômade na sua empresa também? Vamos conversar!

63 visualizações

Comentários


bottom of page