• Nômade

#ImpactoNômade | Review case MERCUR – cocriação, um legado para a inovação na indústria

Atualizado: Set 9



A parceria entre Estúdio Nômade e Mercur foi desenvolvida por cinco anos, durante esse período, diversos projetos voltados para a inovação, impacto social e transformação cultural da organização foram criados. Para entender o impacto do nosso trabalho na empresa, conversamos com João Vogt, Coordenador do Laboratório de Inovação Social da Mercur.


A experiência dos projetos Laboratório de Inovação e Diversidade na Rua foi tema do relato, mostrando um legado de cocriação e autonomia que hoje permeia diversos processos internos da Mercur. O "case do case" é como chamamos esse exercício de compreensão da repercussão das nossas iniciativas, a longo prazo. A visão geral do cliente sobre a nossa metodologia nos trouxe a validação de que o envolvimento de todos é uma abordagem valiosa para a transformação:


"Para mim, o grande diferencial do trabalho que vocês fizeram na Mercur foi o jeito de vocês trabalharem. Vocês são uma empresa de consultoria, mas uma consultoria diferente. A cocriação apareceu desde o início, vocês não vinham e impunham as ideias, vocês tinham o conhecimento e, a partir desse conhecimento, a gente evoluiu junto com vocês."


Inovação, inclusão e autonomia: visão que faz sentido


O projeto Diversidade na Rua, que iniciou em 2013, tinha o objetivo de identificar soluções junto à comunidade de pessoas com deficiência. Ao longo do tempo, uma rede de interessados por inclusão e acessibilidade, os usuários das soluções, familiares e profissionais da saúde começaram a se conectar no Rio Grande do Sul e no Brasil.


O conhecimento que compartilhamos foi expandido e gerou autonomia para todos os níveis de pessoas envolvidas e os processos foram incorporados na cultura da Mercur.


"No Diversidade na Rua, vocês participaram principalmente da concepção do projeto e as pessoas seguiram sozinhas. Vocês foram muito felizes na concepção dessa ideia."


Quando uma relação de parceria se prolonga, é possível não apenas dar andamento em uma iniciativa, mas compreender como ela pode transformar ainda mais a realidade, com a troca constante entre Nômade e o cliente, as necessidades mapeadas apontavam novos caminhos e soluções para continuar inovando.


O Laboratório de Inovação Social surgiu dessa relação criativa experimental, buscando dar forma para os movimentos que foram acontecendo, naturalmente, desde uma base muito sólida de propósito.


"O que aconteceu é que o LAB surgiu quase do projeto Diversidade na Rua, como nele se constatou que se precisava fazer com as pessoas e, para fazer com as pessoas, precisava de um espaço, criou-se o Laboratório de Inovação Social. Eles começaram a andar juntos, onde a gente provocava a fazer algo que, no dia a dia, não se dá valor e nem tempo pra essas ideias diferentes. Então, quando a gente fala em laboratório é preciso testar. Todo o processo que a gente desenhou de cocriação, das etapas, aplicando na prática, esse pra mim é o grande legado que vocês deixaram. Nós conseguimos sistematizar esse "processo de fazer com as pessoas", isso foi incorporado na Mercur, não ficou só no laboratório. Transformamos todos esses processos e implantamos."



Cooperação: estímulo que transforma


A forma colaborativa de trabalhar nem sempre é potencializada nas empresas, há uma certa competição entre as áreas, inibição devido à hierarquia, ambientes que não são abertos ao erro, transferência de responsabilidade, falta de visão sistêmica e tantos outros fatores podem inibir as pessoas de contribuir no seu trabalho.


Os projetos desenvolvidos com a Mercur demonstram que ao aprender a trabalhar dessa forma, as pessoas se sentem mais felizes, têm mais autonomia e geram sentido para suas ações. Quando a cooperação começa a fazer parte da cultura, não é mais necessário se perguntar se estamos contribuindo, essa já é a forma natural de trabalhar.


"A cooperação é o elo muito forte que vocês trouxeram nesses processos, todas as diretrizes do laboratório: a corresponsabilidade, a confiança, a autonomia, a co-criação. São esses processos que hoje fazem cada vez mais sentido nas organizações."

É muito interessante ter um feedback em 2021, de algo que é muito valioso atualmente, mas já estava no DNA da Mercur com o nosso trabalho há anos, justamente por ser uma indústria que busca a inovação em diversas frentes, muito além dos seus produtos.



"O grande legado de vocês é criar autonomia pras pessoas para qualificar elas... O que me deixou mais feliz nesse processo é que as pessoas que participaram, se desenvolveram muito, essa é a essência: a autonomia das pessoas. Não foi simplesmente passar conteúdo, passar conteúdo. O processo que vocês aplicaram é construir conteúdos e aprendizados juntos.


Para a Nômade, ter esse retorno super positivo alguns anos depois, nos impulsiona a seguir gerando impactos consistentes nas empresas parceiras. Quer conhecer o #ImpactoNômade na sua empresa também? Então, vamos conversar :)



10 visualizações